Vero protocola pedido de IPO na CVM


A Vero Internet protocolou, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), prospecto preliminar para realização de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), com potencial de arrecadação estimado em R$ 1 bilhão. A operadora é controlada pela gestora de private equity Vinci Partners.  

A Vero nasceu em 2019 da união de oito empresas de internet do interior do estado de Minas Gerais, no sudeste do país. A companhia cresceu levando novas possibilidades para o interior do Brasil, entregando internet rápida, estável e confiável para aproximadamente 500 mil clientes, com mais de 1,81 milhão de homes passed.  

A operadora está presente nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, em 152 cidades e conta com uma infraestrutura de cabos fiber-to-the-home (“FTTH”) de mais de 18,2 mil km e backbone de 5,5 mil km. Em 100 das cidades que atua, com presença há mais de 2 anos, a Vero é líder em market share em 60 delas e vice-líder em 30.   

A empresa cresceu 165% entre o 2T20, quando tinha 188 mil acessos e o 2T21, o que a permitiu alcançar o 1º lugar em 2021 considerando-se o ranking consolidado de ISP’s por número de conexões em Minas Gerais e no Sul do país, segundo dados da Anatel.  

No exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2020, considerando as empresas adquiridas em 2020 desde o momento do efetivo fechamento das operações, ou seja, a MKA e Click desde agosto de 2020 e a INB desde novembro de 2020, a Vero alcançou uma receita operacional líquida consolidada de R$ 211,3 milhões e um EBITDA ajustado de R$ 96,7 milhões mostrando um crescimento em relação ao ano anterior de 73,9% e 99,4%, respectivamente. Vale notar ainda que esse crescimento foi acompanhado de ganhos de eficiência, com aumento da margem EBITDA Ajustado de 39,9% em 2019 para 45,8% em 2020, um crescimento de 5,9 pontos percentuais.   

No período de seis meses findo em 30 de junho de 2021, também considerando as aquisições de 2021 desde o momento do efetivo fechamento das operações, o crescimento se mantém robusto de receita operacional líquida consolidada que foi de R$ 190,6 milhões, uma variação de 148,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. O EBITDA ajustado do período foi de R$ 90,5 milhões, o que representa um aumento de 148,7% em relação ao primeiro semestre de junho quando foi registrado R$ 36,4 milhões, mantendo a margem de EBITDA Ajustado em 47,5% para ambos os períodos, demonstrando que a Companhia segue crescendo de forma consistente e rentável.  

A Vero é o quarto ISP a buscar a abertura de capital neste ano. A Desktop, Unifique e Brisanet concluíram seus IPOs com sucesso no mês passado. 

 

Previous Relatório do TCU acata reivindicações da Abrint
Next Regulamentação da Lei do Fust entra em consulta na Anatel

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *