Diante do fato de que banda larga já é uma commodity para os provedores regionais de internet , a busca por diversificação dos serviços é um caminho natural. A opção por TV por assinatura é um exemplo disso

Cerca de 42 empresas firmaram acordo com a MultTV, companhia especializada em compartilhamento de headend, sistema que diminui os custos com infraestrutura. “Inicialmente, para oferecer TV a cabo hoje conosco, é necessário um investimento de cerca de 100 mil reais, contra um valor que varia entre R$ 2 milhões e R$ 4 milhões do mercado, em operação individual”, explica Marcelo Rodrigues, diretor comercial da MultTV.

Estima-se que até o fim de 2020, 40 novos provedores regionais de internet passem a oferecer o serviço de TV por assinatura. Por meio do compartilhamento de headend, o produto chega a todo o Brasil com qualidade, através de satélite da empresa SES.

PUBLICIDADE  

Companhias de todo o país têm celebrado grandes resultados ao oferecerem mais um serviço aos assinantes, já que anteriormente comercializavam apenas telefonia e internet. “Nossos parceiros têm em média uma adesão de 15%, chegando a 30% em alguns casos, de planos de TV vendidos juntamente com a banda larga”, afirma Osmir Henrique Petrini, presidente da MultTV.

Outro ganho importante, na opinião do executivo, é que a empresa acompanha é o crescimento de vendas de pacotes de internet, devido a associação da marca do provedor com programadoras como Disney & ESPN, Band, Discovery, FOX, Turner e Viacom.

Números

Os ISPs terminaram o ano de 2019 como os principais fornecedores de banda larga fixa no Brasil. Segundo dados divulgados pela Anatel, o grupo contou com um total de 9,88 milhões de conexões no ano passado, superando gigantes do setor.

Os números apresentam um acréscimo de 32,5% em relação ao ano de 2018, quando as empresas registraram 7,45 milhões de usuários. As empresas de menor porte se destacaram nas regiões Norte e Nordeste, onde apresentaram crescimento de 44,1% e 32,4%, respectivamente.

O total de conexões realizadas pelo grupo de provedores regionais supera a operadora Claro, que lidera o mercado em ranking individual.(Com assessoria de imprensa)