Prazo de adesão ao Relp é prorrogado para 31 de maio


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

O Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) decidiu prorrogar o prazo de adesão ao Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional (Relp) para o último dia útil do mês de maio de 2022 (31/5). A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 25.

Segundo a lei do Relp, depois dos descontos e do pagamento de uma entrada, o saldo restante das dívidas poderá ser parcelado em até 180 meses, vencíveis em maio de cada ano. Entretanto, para dívidas com a Previdência Social, o parcelamento será em 60 meses.

PUBLICIDADE

O prazo para regularização das dívidas impeditivas da opção pelo Simples Nacional também foi adiado, mudando de abril para o último dia útil do mês de maio (31/5). Já a entrega da declaração anual do Microempreendedor Individual/MEI (DASN-Simei), antes prevista para o fim de maio, poderá ser realizada até o último dia útil do mês de junho (30/6).

O adiamento da adesão ao Relp se tornou necessário para adequação do calendário, até que seja definida a sua fonte de compensação, conforme exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A Receita Federal já está com tudo pronto para operacionalizar o parcelamento.

Os demais prazos foram ajustados para permitir que empresas que tenham optado pelo Simples até 31 de janeiro possam aproveitar o parcelamento especial, regularizar suas dívidas e permanecer no regime, além de evitar o acúmulo de obrigações em um curto espaço de tempo.(Com assessoria de imprensa)

Previous Cabo OPGW: alternativa confiável para trafegar dados
Next DP6 tem 46 vagas na área de ciência de dados

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.