Roubo de cabos cresce 14,5% no semestre


No primeiro semestre de 2021 foram furtados ou roubados 2,3 milhões de metros de cabos de telecomunicações, volume 14,5% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. Segundo a Conexis Brasil Digital, essa quantidade seria suficiente para cobrir a distância entre as cidades do Rio de Janeiro e Buenos Aires, na Argentina. Em 2020 foram furtados ao longo do 4,6 milhões de metros de cabos, aumento de 16% em relação a 2019. 

São milhões de pessoas prejudicadas. Só em 2020, foram 6,679 milhões de clientes que ficaram sem serviços em decorrência do roubo ou furto de cabos das redes de telecomunicações. O número representa quase duas vezes a população do Uruguai. A quantidade de clientes afetados em 2020 foi 34% maior do que o registrado em 2019, quando cerca de 5 milhões de usuários tiveram os serviços interrompidos. 

O setor de telecomunicações defende uma ação coordenada de segurança pública envolvendo o Judiciário, o Legislativo e o Executivo, tanto o federal quanto os estaduais, e a aprovação de projetos de lei que aumentem as penas desses crimes e ajudem a combater essas ações criminosas. O setor também defende a punição de empresas que compram equipamentos furtados ou roubados, além da mudança da regra que penaliza as operadoras quando o serviço é interrompido em decorrência do crime.(Com assessoria de imprensa) 

Previous Unifique compra provedor em Joinville
Next Aplicação da LGPD para startup e pequena empresa entra em consulta

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *