A Direta Telecom prepara novidades para as cidades de Guaxupé e Guaranésia com o lançamento dos serviços de TV paga e telefonia fixa em breve. Para isso, vai contar com o know how do grupo Acon que desde o início do ano é o novo controlador da empresa. A expansão da cobertura de fibra óptica nessas duas cidades também está no projeto da companhia.

Com uma base de 8 mil clientes nas duas cidades, a Direta conta com uma rede de 280 quilômetros. E vai expandir mais 120 quilômetros para completar sua cobertura quase total de fibra em Guaxupé. Segundo Eduardo Pauletti, diretor regional para Minas Gerais e São Paulo no grupo, apenas as áreas rurais continuarão sendo atendidas por soluções de rádio.

Para entrar no mercado de TV paga, a Direta tem na sua retaguarda as outras três empresas do grupo que já possuem essa experiência, a Cabo Telecom, de Natal, a Multiplay Telecom, de Fortaleza e a recém adquirida Alegra, de São João da Boa Vista. Além disso, contou com o suporte da NEOTV, associação que negocia conteúdo para operadores independentes de TV por Assinatura e Internet, ajudando-os na formatação de produto. Inicialmente, serão 150 canais.

Para a telefonia fixa, serão lançados planos residenciais e comerciais com consumo local ilimitado e pacotes para interurbanos. “Estamos muito otimistas e acreditamos que as atuais condições de portabilidade deverão nos favorecer”, disse o executivo.

Pauletti informou que tanto os planos de expansão da rede como o lançamento de novos serviços dependem da entrega no prazo da fibra óptica. “A demanda nesse mercado aumentou muito e temos registrado alguns atrasos nessa entrega”, ressaltou.

Apesar da troca de experiências com as demais empresas do grupo, Pauletti informou que a estratégia do grupo Acon é de manter o perfil de operadora local em todos os lugares que atua. Mas isso não impede que determinados cargos sejam distribuídos pelas operações. “O nosso diretor de engenharia, por exemplo, fica em Natal e o de TI em Fortaleza”, contou.

Ao todo, as quatro empresas somam cerca de 200 mil assinantes. Atualmente, a Acon também investe no lançamento de uma operação em João Pessoa.

As possibilidades de expansão são grandes, principalmente no interior de Minas Gerais e São Paulo. “Isso poderá ser feito com a instalação de operações próprias, aquisições ou os dois, ainda estamos analisando”, afirmou.

De acordo com o executivo, é muito importante para o grupo desenvolver seus negócios localmente e aperfeiçoar os novos serviços com padrão de qualidade e rapidez.