IPv7 evolui, disputa licitação no BID e é classificada em segundo lugar


Informe do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) comunica que a consultoria IPv7, do empresário Droander Martins, foi a segunda colocada na licitação do organismo para financiar projetos de cidades digitais. A empresa gaúcha ficou atrás apenas de um consórcio japonês, o Nippon Koei Icities, que atua em várias partes do mundo. 

A proposta da IPv7 versa sobre o Programa de Desenvolvimento Integrado do Município de Campo Grande/MS – Viva Campo Grande II. E prevê a contratação de empresa para elaboração de projeto técnico executivo para implantação, gestão e suporte de serviços de infraestrutura de dados via fibra óptica – Cidade Digital, referente ao Programa de Desenvolvimento Integrado – Viva Campo Grande II.  

A consultoria superou, por exemplo, a proposta do Grupo Imagetech e da BR NET Tecnologia da Informação e Infraestrutura de Rede, do Mato Grosso do Sul. 

PUBLICIDADE  
Previous MT, PA e RO confirmam adesão ao convênio ICMS 3/17
Next Entidades e teles terão 90 dias para contestar lista de cidades do PGMU V

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *