Mais 8 ISPs perdem frequências por atraso no serviço


A Anatel publicou, nesta quinta-feira, 2, mais oito decisões de caducidade do direito de exploração de radiofrequências de provedores regionais, que arremataram lotes no leilão de sobras,  em 2015. A justificativa é a mesma: os ISPs não obedeceram ao prazo para as redes entrarem em opera operação.

As empresas atingidas dessa vez foram Soluções CC Telecomunicações; Monique Helen dos Reis Jacinto Martins; Mega Net Serviços de Comunicação Multimídia, José Wagner Pedrosa Rocha; UWBR telecomunicações; UWBR Vox Telecomunicações; Infoway Comércio de Informática e Telecomunicações e QNet telecom.

A principal justificativa das empresas é de que após a assinatura do termo, se depararam com a absoluta escassez de equipamentos no mercado, impossibilitando o início da prestação do serviço. Cabem recursos a essas decisões.

PUBLICIDADE  
Previous Franquia de banda larga da Vivo chega a Novo Gama
Next Coronavírus é mais uma lição de adaptação

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *