Wirelink anuncia nova rota e práticas de governança sustentáveis


Com mais de 40 mil quilômetros de rede de fibra óptica em mais de 400 cidades brasileiras, a Wirelink, telecom corporativa com 25 anos de atuação no mercado de conexão, visa expandir a sua conectividade de redes neutras para todo o Brasil até 2022.  O CEO da cearense Wirelink, Adriano Marques, diz que conectar para aproximar é, sem dúvida, o grande propósito da companhia.  

“No momento de transformação que estamos vivenciando isso se aplica ainda mais. Não se trata de simples conectividade, mas sim “iluminar” nossa infraestrutura para disponibilizar todo ecossistema de soluções impulsionada pelo desenvolvimento de tecnologias como arquitetura virtualizada e cloud-based, Inteligência Artificial, Machine Learning, Wi-Fi 6 e Security services em geral”, afirma. 

Segundo ele, a operadora avançou muito na construção de rotas de longa distância, como São Paulo x Campo Grande x Cuiabá, que está sendo inaugurada agora. “Isso, sem dúvida, impulsiona a digitalização do mercado corporativo, mas não é o único motivador. Em conjunto, temos o nosso papel fundamental como impulsionador da rede neutra do Brasil, evoluindo gradativamente substituído rede obsoletas por tecnologia de ponta que vai suportar toda implantação do 5G, por exemplo”, observa. 

Citou também a introdução de práticas ESG que vão além do discurso e trazem um ambiente de engajamento, transformação, diversidade e, não menos importante, de excelentes resultados. 

No final de junho deste ano, a EB Capital adquiriu o controle da Wirelink. Com isso, o fundo fortalece sua participação no Nordeste, onde já comprou a MOB Telecom.(Com assessoria de imprensa) 

 

Previous Regulamentação da Lei do Fust entra em consulta na Anatel
Next Mob já oferece soluções completas em Teresina

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *