IBM usa IA para ajudar empresas a planejar seu retorno ao local de trabalho


A IBM anunciou nesta sexta-feira, 19, o Watson Works, um conjunto de produtos selecionados que integra modelos e aplicativos de inteligência artificial (IA) do Watson para ajudar as empresas a gerenciar vários aspectos do desafio de retornar ao local de trabalho. Para que as pessoas retornem ao local de trabalho durante uma prolongada pandemia global, são necessárias novas abordagens para promover a saúde, segurança e produtividade dos trabalhadores de maneira a preservar a privacidade, entende a companhia.  

O Watson Works fornece insights baseados em dados para ajudar os empregadores a tomar decisões informadas sobre a volta ao local de trabalho, administração do escritório, alocação de espaço e outras prioridades associadas à COVID-19. “Nós projetamos o Watson Works para ajudar as organizações a conceber o local de trabalho da maneira mais segura e eficiente possível durante a crise de saúde COVID-19 em andamento”, disse Natalia De Greiff, Vice-Presidente de Cloud e Cognitive Sofwate da IBM América Latina. 

Veja as soluções possíveis: 

PUBLICIDADE  
  • Gerenciar instalações e otimizar a alocação de espaço, usando dados em tempo real providos pelo empregador, incluindo Wi-Fi, câmeras, sinalizadores Bluetooth e telefones celulares. Coletados de maneira desenhada para preservar a privacidade dos funcionários, esses dados permitem que os gerentes redistribuam rapidamente espaços, designem zonas proibidas, organizem limpezas e controlem a circulação, o distanciamento social e o uso de máscaras faciais.
  • Priorizar a saúde dos funcionários, habilitando os empregadores a tomar decisões baseadas em evidências sobre quando decidir que os funcionários retornem ao local de trabalho e quando determinados escritórios ou locais de trabalho devem ser fechados. Facilitar a coleta e análise de dados em tempo real de várias fontes, incluindo taxas e tendências locais de infecção, sintomas e resultados dos testes dos funcionários compartilhados de maneira voluntária, riscos à saúde dos funcionários e das famílias e regras estaduais e locais. Adicionalmente, os gerentes podem receber alertas rápidos sobre atualizações relevantes.
  • Comunicar-se com funcionários, fornecedores e outras partes interessadas. Por meio de agentes virtuais e aplicativos que usam os recursos de processamento de linguagem natural de Watson, os funcionários podem obter respostas do empregador para a COVID-19 e questões de recursos humanos, autodeclarar sintomas ou saber se devem ou não se apresentar-se no trabalho naquele dia. Os funcionários também podem descobrir qual o melhor horário considerado pelo empregador para chegar ao escritório de forma a evitar aglomerações.
  • Maximizar a eficácia do rastreamento de contatos, ajudando as organizações dando apoio para agentes de atendimento e rastreadores de contatos. Quando os funcionários notificam voluntariamente seus empregadores de um resultado positivo do teste, e dão consentimento, os rastreadores de contatos podem conduzir entrevistas e usar informações de várias fontes para ajuda a identificar os indivíduos que devem ser notificados sobre uma exposição potencial, documentar todas as informações relacionadas ao caso em um sistema seguro e que preserva a privacidade, e acionar fluxos de trabalho de gerenciamento de caso projetados pelo empregador para apoiar os funcionários enquanto eles se recuperam.(Com assessoria de imprensa)

 

Previous Consulta pública sobre recursos de numeração é prorrogada por 60 dias
Next Microsoft abre seu centro de treinamento no Brasil

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *