Infovia 00 do PAIS fica pronta no dia 31


Infovia 00 é uma das oito prevista no PAIS/Crédito: Divulgação
Infovia 00 é uma das oito prevista no PAIS/Crédito: Divulgação

Uma visita técnica do presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro das Comunicações, Fábio Faria, nesta sexta-feira, 14, marca a implementação da Infovia 00, do programa Norte Conectado, que levará infraestrutura de conectividade de Macapá (AP) a Santarém (PA), passando pelas cidades paraenses Alenquer, Almeirim e Monte Alegre. O programa tem a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) como executora do projeto-piloto.
A comitiva realizou a inspeção na balsa que irá lançar o cabo subfluvial da Infovia 00, considerada um marco das ações do Programa Amazônia Integrada Sustentável (PAIS), que integra o programa Norte Conectado, ambos coordenados pelo Ministério das Comunicações. “O Amapá foi o último estado brasileiro a receber uma conexão de fibra óptica. Agora, estamos tentando reverter esse quadro, iniciando o projeto pelo Amapá”, afirmou o secretário de Telecomunicações, Arthur Coimbra, no evento realizado na Praia da Fazendinha, em Macapá.

Ao todo, o PAIS prevê a construção de oito infovias que terão quase 12 mil quilômetros de extensão, passando pelos rios Amazonas, Negro, Solimões, Madeira, Purus, Juruá e Rio Branco. O programa é uma iniciativa do Governo Federal, executada pelo MCom, com a finalidade de expandir a infraestrutura de comunicações na Região.

PUBLICIDADE

Os cabos de fibra óptica levarão conexão a 58 cidades da região Norte e beneficiarão aproximadamente 10 milhões de brasileiros. O investimento total para a construção das infovias é de R$ 1,7 bilhão. Parte do recurso é proveniente de leilão do 5G.(

Impacto social

O projeto é considerado de baixo impacto ambiental e de alto impacto social, por usar os leitos dos rios amazônicos para atender à população ribeirinha. A previsão é que a implantação da rede principal da Infovia 00 seja concluída até 31 deste mês.

A implantação do cabo de fibra óptica no Amazonas tem início após a aprovação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O órgão avaliou possíveis impactos ambientais e autorizou as licenças para a viabilização do empreendimento, executado também pela RNP.

A construção da Infovia 00 contou com investimento de R$ 94 milhões, a maior parte de recursos do MCom. Houve também repasses do Ministério da Educação (MEC), do Conselho Nacional de Justiça e de emenda do Senado. A Infovia é composta por dois segmentos que vão conectar, de forma independente, os cinco municípios. A conexão será feita por quatro segmentos distintos: o 1º entre Macapá e Almeirim; o 2º entre Almeirim e Monte Alegre; o 3º entre Monte Alegre e Santarém; e o 4º entre Santarém e Alenquer.

A infraestrutura de fibra óptica, vinda da Alemanha, tem ao todo 770 quilômetros de extensão. Cerca de um milhão de pessoas, no Amapá e Pará, serão beneficiadas, entre elas ribeirinhos e pescadores artesanais.

ISPs

A rede de infraestrutura (backbone) levará conexão de altíssima velocidade às cidades. O cabo possui 24 pares de fibras óptica e cada uma dessas fibras suporta 40 canais de dados, cada um com capacidade de 100 gigabits por segundo (Gbps) – conexão quase mil vezes superior à banda larga doméstica que, em média, tem capacidade de 100 megabits por segundo.

Em cada município, redes metropolitanas distribuirão o sinal da fibra óptica para organizações. Dessa forma, será possível fortalecer políticas públicas de educação, saúde e segurança e inclusão digital. As redes metropolitanas da Infovia 00 devem ser entregues até março de 2022.

A RNP, detentora do direito de toda a infraestrutura, compartilhará o acesso e a infraestrutura com os operadores e provedores de telecomunicações que compõem o Consórcio Aberto do Operador Neutro. Serão essas empresas as responsáveis por fazer a operação, manutenção da rede e levar conectividade às cidades.(Com assessoria de imprensa)

 

Previous Indicações ao CPPP só até o dia 31 deste mês
Next Sygo Internet adquire ISP e amplia presença no RS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *